Formula 1

Sebastian Vettel: Não podemos subestimar a Red Bull

Sebastian Vettel admitiu estar surpreso por não ter ficado mais perto dos Mercedes na qualificação. Além disso, o alemão está à espera de uma Red Bull mais forte na corrida.

P: Sebastian, disseste que esta pista não se adequa à Ferrari. Mas a qualificação nem correu muito mal, pois não?

Sebastian Vettel: Sim, senti-me bem no carro e espero ter uma palavra a dizer amanhã. A diferença para a Mercedes foi um pouco maior do que tínhamos pensado – parece que o Valtteri e o Lewis encontraram algum tempo no segundo setor.

P: Terceiro é um bom lugar para começar a corrida? É a primeira pole do Valtteri e é sempre uma situação complicada…

SV: Bem, vamos esperar para ver. É uma corrida longa – mas penso que aqui o arranque não é tão complicado, porque a distância até à primeira curva é relativamente longa. Nos últimos dias também percebemos que será importante conservar os pneus na corrida.

Sendo assim, diria que ninguém deve subestimar os dois carros da Red Bull. Talvez possamos ver uma luta entre as três equipas.

P: Quem fará mais pressão, a Red Bull a vocês ou vocês face à Mercedes?:

SV: Bem, provavelmente seria uma corrida mais fácil se só fosse necessário focar-nos em um ou dois carros. Prevejo uma corrida emocionante, e é isso que todos querem. Espero que resulte melhor para nós do que para os outros!

P: Há atualizações no carro – particularmente na asa da frente. Estão a resultar como seria suposto?

SV: Como acabei de dizer, o carro está bom e tenho a impressão de que ainda há mais para retirar dele – e agora teremos de encontrar esse “mais” durante a corrida.

P: O que se passa entre ti e o Lewis? Parece haver um respeito quase excessivo…

SV: Desde que ele entrou na F1 que tem sido um dos mais rápidos – e mesmo nas categorias mais baixos ele mostrou que tem o que é preciso e que está onde está graças às suas capacidades. Ele é o ponto de referência agora – aquele que tem de ser batido. Para chegar ao título é preciso estar melhor do que ele.

P: Quando questionado quanto a isso, o Lewis disse que é como uma luta de boxe – quando termina caem nos braços um do outro…

SV: …ah, quero ver que lutadores caem nos braços um do outro depois de uma luta intensa. E se o fizerem é por pura exaustão! Bem, nós lutamos intensamente na pista, mas quando a corrida acaba não há razões para não estar tudo bem, O respeito está lá – e é enorme.

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Últimas Notícias

Fundado em 2012, o F1PT surgiu com a missão de levar toda a informação sobre o mundo da Formula 1 aos portugueses e países de língua portuguesa.

Com o objetivo de sermos líderes na cobertura do pináculo do desporto motorizado, comprometemos-nos a apresentar o máximo de conteúdo disponível nunca sacrificando a qualidade do mesmo.

Disclaimer

F1PT is not affiliated with Formula 1, Formula One Management, Formula One Administration, Formula One Licensing BV, Formula One World Championship Ltd or any other organisation or entity associated with the official Formula One governing organisations or their shareholders.

Copyrighted material used under Fair Use/Fair Comment.

Facebook

Copyright © 2017 F1PT.

Topo
Download Premium Magento Themes Free | download premium wordpress themes free | giay nam dep | giay luoi nam | giay nam cong so | giay cao got nu | giay the thao nu