Fórmula 1

Leclerc vence novamente e oferece à Ferrari um triunfo em Monza 9 anos depois

Charles Leclerc venceu esta tarde o Grande Prémio de Itália, depois de ter lutado com os Mercedes de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas durante a maioria das 53 voltas realizadas ao traçado de Monza.

Esta é a segunda vitória da carreira de Leclerc – que na semana passada já tinha vencido na Bélgica – e também a primeira vitória da Ferrari em solo italiano desde 2010, altura em que tinha sido Fernando Alonso a levar a Ferrari ao degrau mais alto do pódio em Monza.

Bottas e Hamilton fizeram companhia ao jovem piloto monegasco na cerimónia de pódio, numa corrida em que o piloto finlandês da Mercedes ultrapassou o seu companheiro de equipa a pouco mais de 10 voltas do fim, depois de Hamilton ter cometido um erro e ter seguido em frente na primeira curva.

Sebastian Vettel, companheiro de equipa de Leclerc, perdeu o controlo do seu SF90 à volta número 6, na Variante Ascari e, no regresso à pista, colidiu com o Force India de Lance Stroll, acabando por ser penalizado com um stop/go penalty de 10 segundos.

O piloto alemão da Ferrari viu assim a sua corrida altamente condicionada, não indo além do 13.º posto.

Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg terminaram em 4.º e 5.º, respetivamente, num Grande Prémio algo solitário por parte dos pilotos da Renault, que “venceram” com relativa facilidade a luta do segundo pelotão.

Atrás dos dois pilotos da marca francesa – e completando o restante top 10 – ficaram Alexander Albon, Sergio Perez, Max Verstappen, Antonio Giovinazzi e Lando Norris, destacando-se as recuperações de Perez, Verstappen e Norris, que tinham saído das últimas posições da grelha de partida.

Verstappen ainda perdeu parte da sua asa dianteira no arranque, tendo assim que realizar uma paragem extra, mas isso não impediu o piloto holandês de chegar ao 8.º lugar no Grande Prémio de Itália.

No que diz respeito a abandonos, foram três, de Kevin Magnussen, Daniil Kvyat e Carlos Sainz.

Magnussen e Kvyat abandonaram por avaria – o piloto russo rodava em 6.º na altura em que foi obrigado a parar o seu Toro Rosso – e Sainz por causa de uma roda mal apertada depois de ter parado nas boxes para trocar de pneus.

Classificação completa do Grande Prémio de Itália

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Últimas Notícias

Fundado em 2012, o F1PT surgiu com a missão de levar toda a informação sobre o mundo da Formula 1 aos portugueses e países de língua portuguesa.

Com o objetivo de sermos líderes na cobertura do pináculo do desporto motorizado, comprometemos-nos a apresentar o máximo de conteúdo disponível nunca sacrificando a qualidade do mesmo.

Disclaimer

F1PT is not affiliated with Formula 1, Formula One Management, Formula One Administration, Formula One Licensing BV, Formula One World Championship Ltd or any other organisation or entity associated with the official Formula One governing organisations or their shareholders.

Copyrighted material used under Fair Use/Fair Comment.

Facebook

Copyright © 2017 F1PT.

Topo