Fórmula 1

Red Bull pode apostar em Le Mans se considerar que futuro na Fórmula 1 não é viável

Caso os regulamentos de 2021 não correspondam às expectativas da equipa, a Red Bull reconhece que poderá abandonar a Fórmula 1 e procurar ser bem sucedida nas 24 Horas de Le Mans com um hipercarro baseado no Aston Martin Valkyrie.

A empresa de bebidas energéticas assumiu o controlo da Jaguar a partir da temporada de 2005 e dominou a Fórmula 1 entre 2010 e 2013 ao conquistar quatro títulos de pilotos e construtores consecutivos.

“Temos um acordo até 2020”, disse Marko ao Motorsport.com. “Enquanto não houver regulamentação para os motores, nem a Red Bull nem a Honda tomarão uma decisão.”

“No entanto, certamente não iremos tornar-nos dependentes de novo, como aconteceu no passado quando imploramos a outros e declarações e promessas não foram cumpridas.”

Segundo Marko, se os regulamentos introduzidos na Fórmula 1 em 2021 não se revelarem atrativos para a Red Bull, a saída para outras categorias do desporto motorizado é uma possibilidade.

“Parar é uma opção”, admitiu o austríaco. “Ou fazer outra coisa, noutras categorias. Com o Valkyrie, Le Mans pode ser uma opção devido ao regulamento dos hipercarros.”

“O carro foi um grande sucesso e todas as unidades foram vendidas de imediato. É outro bom pilar para a Red Bull Technologies.”

Recorde-se que a Red Bull colaborou com a Aston Martin no desenvolvimento do Valkyrie, uma edição limitada de um hipercarro construído com base nas ideias de Adrian Newey.

A redução de custos pensada pela Liberty Media para 2021 poderá contribuir para que as equipas direcionem alguns dos seus recursos para outros projetos sem que o abandono da Fórmula 1 seja uma necessidade.

“Se houvesse uma redução de custos na Fórmula 1, teríamos que dispensar pessoas”, disse Marko. “Não é isso que queremos.”

“Podíamos utilizá-las em projetos como Le Mans, já que o Campeonato do Mundo de Resistência pode ser realizado com custos razoáveis.”

“Embora a Red Bull nunca tenha estado nas 24 Horas, isso é algo em que estamos a pensar. É claro que a responsabilidade financeira estaria a cargo da Aston Martin, porque em Le Mans só um construtor tem possibilidades de ganhar. Mas isso é algo que também encaixa no nosso contexto.”

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Últimas Notícias

Fundado em 2012, o F1PT surgiu com a missão de levar toda a informação sobre o mundo da Formula 1 aos portugueses e países de língua portuguesa.

Com o objetivo de sermos líderes na cobertura do pináculo do desporto motorizado, comprometemos-nos a apresentar o máximo de conteúdo disponível nunca sacrificando a qualidade do mesmo.

Disclaimer

F1PT is not affiliated with Formula 1, Formula One Management, Formula One Administration, Formula One Licensing BV, Formula One World Championship Ltd or any other organisation or entity associated with the official Formula One governing organisations or their shareholders.

Copyrighted material used under Fair Use/Fair Comment.

Facebook

Copyright © 2017 F1PT.

Topo