Fórmula 1

Hamilton resiste à pressão de Verstappen e supera dificuldades com os pneus para triunfar no Mónaco

Lewis Hamilton sobreviveu a um toque com Max Verstappen e completou 67 voltas com os pneus médios para vencer o Grande Prémio do Mónaco, enquanto o piloto da Red Bull caiu para fora dos lugares do pódio devido a uma penalização de cinco segundos. 

Queixando-se constantemente da degradação dos pneus dianteiros do seu Mercedes, Hamilton resistiu à pressão de Verstappen ao longo de grande parte da corrida e obteve a quarta vitória do ano e a 77ª da carreira.

Depois de ter forçado Hamilton a procurar os limites na qualificação de ontem, Valtteri Bottas não desafiou propriamente a liderança do britânico no arranque e perdeu a oportunidade de lutar pela vitória quando um toque com Max Verstappen na via das boxes causou um furo lento no seu Mercedes e a necessidade de parar novamente. 

Com a atribuição de uma penalização de cinco segundos ao piloto holandês na sequência desse incidente, Bottas acabou por terminar à frente do Red Bull e ascender ao último degrau do pódio. 

Sebastian Vettel nunca esteve verdadeiramente em posição de atacar as posições de Hamilton e Verstappen mas realizou uma corrida isenta de erros e beneficiou da penalização de Verstappen para ser segundo e registar o melhor resultado da Ferrari em 2019.

Cruzando a linha de meta em segundo, Verstappen não teve margem suficiente para aguentar a posição e não foi além de um certamente desapontante quarto lugar. 

Sem argumentos para lutar com os quatro pilotos da frente depois de arrancar de oitavo, Pierre Gasly consolidou o quinto posto e tirou partido dos pneus macios colocados nas últimas voltas para alcançar o ponto referente à volta mais rápida.

Um mau início de fim de semana, com problemas na primeira sessão, deixou Carlos Sainz sem esperanças para a corrida, mas a verdade é que o espanhol recuperou com uma boa qualificação e ganhou posições na primeira metade da corrida para garantir o sexto lugar e liderar o segundo pelotão.

Os pilotos da Toro Rosso mostraram-se confortáveis ao longo de todo o fim de semana e confirmaram a boa prestação na corrida, com Daniil Kvyat a ser sexto, atrás do McLaren de Sainz e à frente de Alexander Albon, que conquistou o seu melhor resultado na Fórmula 1.

Romain Grosjean regressou aos pontos apesar da desilusão de ontem e de uma penalização de cinco segundos, enquanto Daniel Ricciardo fechou os dez primeiros com o Renault.

Classificação do Grande Prémio do Mónaco

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Últimas Notícias

Fundado em 2012, o F1PT surgiu com a missão de levar toda a informação sobre o mundo da Formula 1 aos portugueses e países de língua portuguesa.

Com o objetivo de sermos líderes na cobertura do pináculo do desporto motorizado, comprometemos-nos a apresentar o máximo de conteúdo disponível nunca sacrificando a qualidade do mesmo.

Disclaimer

F1PT is not affiliated with Formula 1, Formula One Management, Formula One Administration, Formula One Licensing BV, Formula One World Championship Ltd or any other organisation or entity associated with the official Formula One governing organisations or their shareholders.

Copyrighted material used under Fair Use/Fair Comment.

Facebook

Copyright © 2017 F1PT.

Topo