Fórmula 1

Estatísticas do Mónaco: Honda iguala feito de 1987, Sainz e Kvyat alcançam melhores resultados com as suas equipas

Para além do quarto triunfo de Lewis Hamilton em 2019, o Grande Prémio do Mónaco ficou marcado por diversos factos e estatísticas revelantes, como o melhor desempenho em corrida da Honda na Fórmula 1 desde a temporada de 1987.

Lewis Hamilton conquistou a sua terceira vitória no Grande Prémio do Mónaco, mas esta foi a primeira vez que ganhou depois de partir da pole position nesta pista. 

Embora a Mercedes tenha ganho todas as corridas já disputadas até agora em 2019, o segundo lugar de Sebastian Vettel significa o fim da sequência de dobradinhas dos flechas de prata.

Max Verstappen atacou a liderança de Hamilton durante grande parte da corrida, mas a penalização que o atirou para o quarto lugar significa que o holandês nunca liderou uma volta ou terminou no pódio no principado.

O quinto lugar de Pierre Gasly representa o seu melhor resultado com a Red Bull numa corrida em que o francês alcançou a melhor volta da corrida pela segunda vez em 2019.

Os quatro monolugares equipados com unidades de potência da Honda terminaram nos lugares pontuáveis no Mónaco, um feito que o fabricante japonês só tinha alcançado por uma vez, no Grande Prémio da Grã-Bretanha de 1987.

Carlos Sainz igualou o seu melhor resultado em solo monegasco ao ser sexto e deu continuidade à sequência de terminar nos pontos em todas as cinco presenças neste Grande Prémio. É ainda o melhor resultado do espanhol ao serviço da McLaren.

Num fim de semana muito positivo para a equipa, a Toro Rosso terminou nos oito primeiros pela primeira vez no Mónaco e pela primeira vez desde o Grande Prémio dos Estados Unidos de 2015. O sétimo lugar de Kvyat é o seu melhor resultado com a equipa.

Pela primeira vez desde o início da era híbrida, Daniel Ricciardo terminou fora dos cinco primeiros no Mónaco.

Os pequenos progressos da Williams ao longo do fim de semana permitiram a George Russell igualar o melhor resultado da equipa em 2019 (15º) e fizeram com que Robert Kubica escapasse à última posição pela primeira vez com o FW42.

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Últimas Notícias

Fundado em 2012, o F1PT surgiu com a missão de levar toda a informação sobre o mundo da Formula 1 aos portugueses e países de língua portuguesa.

Com o objetivo de sermos líderes na cobertura do pináculo do desporto motorizado, comprometemos-nos a apresentar o máximo de conteúdo disponível nunca sacrificando a qualidade do mesmo.

Disclaimer

F1PT is not affiliated with Formula 1, Formula One Management, Formula One Administration, Formula One Licensing BV, Formula One World Championship Ltd or any other organisation or entity associated with the official Formula One governing organisations or their shareholders.

Copyrighted material used under Fair Use/Fair Comment.

Facebook

Copyright © 2017 F1PT.

Topo