Fórmula 1

Hamilton: Circuito de Yas Marina não se adequa aos monolugares de Fórmula 1

Lewis Hamilton diz que o circuito de Yas Marina não se adequa aos monolugares de Fórmula 1 pelo facto de não ser possível seguir o piloto que vai à frente.

O campeão do mundo não conseguiu ultrapassar Valtteri Bottas durante a corrida e referiu que, segundo os seus engenheiros, é necessário ter um carro 1,4s mais rápido para ultrapassar em Yas Marina.

“Nas retas nota-se um pouco o efeito da aspiração, mas no último setor…”, disse Hamilton. “É uma pista muito boa mas infelizmente não se adequa aos carros.”

“No último setor não dá para seguir o outro carro. É uma das piores pistas nesse aspeto e é preciso uma vantagem de 1,4s para ultrapassar o carro que está à frente.”

“Nós temos o mesmo carro e a diferença é de alguns décimos, por isso nunca iria conseguir ultrapassar se ele não cometesse um grande erro e saísse de pista. E mesmo aí há grandes escapatórias que permitem manter a posição.”

“Mostrei que tinha um bom ritmo ao aproximar-me, mas quando fico a 1,2s parece que acerto numa parede e o carro pára. Basicamente começas a perder aderência nas quatro rodas. Parecia um rali hoje.”

“Penso que este é um dos melhores locais em termos de atmosfera e hospitalidade mas a pista tem algumas características que fazem com que seja difícil seguir os outros carros. Não desenho circuitos e não sei se isso pode ser alterado.”

Bottas concordou que a configuração da pista esteve a seu favor durante a corrida.

“Conseguia sentir que o terceiro setor era bom para mim, mas também é uma pista onde é muito díficil seguir um carro nesse setor”, disse.

“Ao dobrar os outros carros pude perceber que se perde muito. Sabia que o Lewis iria ter dificuldades no terceiro setor.”

“Pude mesmo controlar a corrida, toda a gente sabe que não é fácil ultrapassar aqui.”

Clique para comentar

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Últimas Notícias

Fundado em 2012, o F1PT surgiu com a missão de levar toda a informação sobre o mundo da Formula 1 aos portugueses e países de língua portuguesa.

Com o objetivo de sermos líderes na cobertura do pináculo do desporto motorizado, comprometemos-nos a apresentar o máximo de conteúdo disponível nunca sacrificando a qualidade do mesmo.

Disclaimer

F1PT is not affiliated with Formula 1, Formula One Management, Formula One Administration, Formula One Licensing BV, Formula One World Championship Ltd or any other organisation or entity associated with the official Formula One governing organisations or their shareholders.

Copyrighted material used under Fair Use/Fair Comment.

Facebook

Copyright © 2017 F1PT.

Topo